Semana da Citricultura deve atrair 15 mil pessoas no município de Cordeirópolis

Secretário estadual da Agricultura realizará workshop com o tema 'Governo de São Paulo e Desenvolvimento do Agronegócio Citrícola'

sex, 01/06/2001 - 11h38 | Do Portal do Governo

Secretário estadual da Agricultura realizará workshop com o tema “Governo de São Paulo e Desenvolvimento do Agronegócio Citrícola”

A 23ª Semana de Citricultura acontece entre os dias 4 e 8 de junho no município de Cordeirópolis e contará com um workshop apresentado pelo secretário estadual da Agricultura, João Carlos de Souza Meirelles. A apresentação será realizada no dia 7, com o tema “Governo de São Paulo e Desenvolvimento do Agronegócio Citrícola”.

Outra atração do evento será um catálogo de variedades de citros pesquisadas pelo Instituto Agronômico (IAC) da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), ligada à Secretaria da Agricultura. Este catálogo, destinado a técnicos e produtores, tornará mais conhecidas as diferentes variedades existentes no Banco de Germoplasma de Citros. Inicialmente, a coleção trará 20 variedades de citros, das quais 13 de laranja, seis de tangerina e uma de tangor.

A edição contém informações gerais e fotos, para que os interessados possam avaliar qual das variedades é mais lucrativa e atende melhor suas expectativas. Segundo o diretor do Centro de Citricultura, Joaquim Teófilo Sobrinho, o objetivo é tornar as variedades de citros cada vez mais conhecidas dos usuários e possibilitar o plantio de pequenos pomares experimentais em diferentes regiões. “Outro aspecto que vamos fortalecer é o conhecimento prévio das variedades, já que existem no Banco de Germoplasma do Centro cerca de 1.800 acessos’, explicou. O álbum será complementado anualmente com novas variedades.

Durante a 23ª Semana, serão apresentadas 60 palestras. Em uma delas, o coordenador da Apta, José Sidnei Gonçalves, irá debater com os produtores sobre o Conhecimento Aplicado aos Gargalos da Citricultura. Também terão destaque assuntos que abrangem mudas protegidas, pinta preta, amarelinho (CVC) e cancro cítrico.

O Brasil é o maior produtor mundial de citros, à frente de Estados Unidos, China e Nigéria, com aproximadamente 30% da produção e 53% do suco de laranja fabricado em todo mundo. Os pomares nacionais são responsáveis por 80% do suco concentrado distribuído no mercado internacional, o que constitui atividade essencial para 316 municípios paulistas, de acordo com dados do Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus).

Temas de interesse ao Citricultor

A preocupação com a produção de mudas protegidas será o tema abordado na terça-feira, dia 5. Com esta tecnologia, o citricultor tem a alternativa de formar pomares sadios e com alto potencial produtivo. Para o pesquisador do Centro de Citricultura Sérgio Alves Carvalho alguns cuidados especiais são necessários. ‘Em regiões com presença de doenças e de seus transmissores, a produção de mudas de citros sadias somente pode ser realizada com segurança em ambientes protegidos. Nas condições brasileiras, o uso de tela é necessário para garantir o pleno isolamento dos viveiros’, alertou.

Sobre a sanidade dos frutos, o evento trará na quarta-feira, dia 6, discussões sobre as melhores estratégias de manejo e controle da pinta preta, doença fúngica relevante na atualidade que atinge principalmente os pomares da região de Limeira em São Paulo. No dia 8, sexta-feira, será abordado o amarelinho (CVC) e o cancro cítrico, principais doenças que causam perdas nos pomares paulistas.

Para a redução de gastos com a cultura, além dos trabalhos apresentados no ‘Dia da Economia’, dia 7, serão tratadas estratégias de manejo ecológico, que visam ao melhor controle de pragas da citricultura. Atualmente os tratamentos fitossanitários são responsáveis por cerca de um terço dos custos de produção dos citros.

Paralelamente à Semana de Citricultura, o maior evento nacional do setor, estará acontecendo a Expo Citrus 2001, na qual serão mostradas inovações como defensivos, adubos, calcário, irrigação, implementos, estufas e telados. Estima-se que 15 mil pessoas visitem o evento e que as vendas cheguem a US$ 200 milhões.

Data: De 4 a 8 de junho
Local: Centro de Citricultura Sylvio Moreira – Cordeirópolis/SP.