Segurança: Policiais do Depatri conseguem desbaratar quadrilha especializada em resgate de presos

nd

qua, 24/01/2001 - 16h09 | Do Portal do Governo

Durante coletiva realizada na sede do Depatri, nesta quarta-feira, dia 24, a Secretaria da Segurança Pública apresentou um dos líderes da quadrilha especializada em resgate de presos. Claudenor Henrique Marinho (vulgo Timba), foi responsável pelo resgate de 94 presos no dia oito de outubro do ano passado, no 45ºDP – Vila Brasilândia, no qual foi morto o sargento PM José Inácio de Paiva, de 36 anos, e ferido, com um tiro na perna, o soldado PM Sérgio Antônio Caner, de 38.

Claudenor, que seria o responsável pelos tiros que atingiram o sargento Paiva, e outro criminoso, de nome Ageu de Souza Torres (vulgo Negreti), foram presos no Guarujá por policiais da 2ª Delegacia da Divisão de Patrimônio.

Segundo as investigações, outro envolvido no resgate em questão seria o procurado Wanderson Nilton de Paula Lima (conhecido como Andinho) considerado um dos líderes da quadrilha. Tanto ‘Timba’ quanto ‘Andinho’ já estiveram presos e foram resgatados, respectivamente, do Hospital Municipal de Americana, em 30 de setembro de 2000, ocasião em que um carcereiro foi ferido por tiro de fuzil, e da Penitenciária III de Hortolândia, em 13 de junho do ano passado.

Para identificar os criminosos, os policiais envolvidos na investigação cruzaram inúmeros dados até chegar à enfermeira Neusa Aparecida, funcionária de um hospital de Campinas, cidade do interior do Estado de São Paulo, que teria socorrido o indiciado Flávio Tadeu Rodrigues da Silva (vulgo Chabi) quando ele se feriu durante um dos confrontos armados da quadrilha.

Com a criação do Grupo de Intervenção em Cenário de Resgate de Presos (GIRP), em 21 de outubro de 1999, o número de resgate de presos, comparando-se 2000 com o ano anterior, caiu 37,5% na Capital (5 casos ante 8) e 37,8% no estado de São Paulo(23 casos ante 37). Além disso, 19 ladrões envolvidos em invasões de distritos, foram presos no ano passado.