Operação do Ipem-SP reprova 1.262 peças de roupas na capital e no interior

Fiscais do Ipem-SP verificaram se as etiquetas nas peças seguiam as normas do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia)

sáb, 11/05/2013 - 0h02 | Do Portal do Governo

Mais de 1.200 peças de roupa foram reprovadas durante a “Operação Dias das Mães”, realizada pelo Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), em 208 lojas de bairros da capital e nas cidades de Bauru, Marília, Lins, Mogi-Mirim, Mogi-Guaçu, São José do Rio Preto, Mirassol, Santa Isabel, Guararema e Ribeirão Preto.

– Siga o Governo do Estado de São Paulo no Twitter e no Facebook

Os fiscais do Ipem-SP verificaram se as etiquetas nas peças seguiam as normas do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). As empresas autuadas pelo instituto têm dez dias para apresentar defesa ao órgão, que define, então, as multas.

As multas do Ipem-SP podem variar entre R$ 100 e R$ 1,5 milhão. No caso de produtos da área da Qualidade, o valor mínimo é de R$ 800 e o máximo, de R$ 30 mil. Confira a relação de irregularidades encontradas durante a operação.

Do Portal do Governo do Estado