Governador participa de cerimônia em memória das vítimas do Holocausto

José Serra esteve na cerimônia especial do Shabbat

sex, 02/02/2007 - 21h45 | Do Portal do Governo

O governador José Serra participou nesta sexta-feira, dia 2, de uma cerimônia religiosa especial do Shabbat, em homenagem às vítimas do Holocausto, na Congregação Israelita Paulista. O evento contou com a participação do presidente Luís Inácio Lula da Silva.

Além dos ritos do Shabbat, durante a solenidade, alguns sobreviventes do Holocausto e alguns jovens acenderão velas em memória dos mortos. Também foi rezado o Kadish, prece em memória dos mortos, dita especialmente em enterros.

O governador José Serra relembrou em seu discurso os perigos de regimes totalitários. “Cumpre que todos nós aqui estejamos sempre atentos às lições do passado, para que inclusive não se cometam os mesmos erros. Não seria difícil no mundo contemporâneo apontar tentações totalitárias que brotam aqui e ali, ainda que vertidas numa linguagem moderna”, disse o governador.

Ele ainda enalteceu a coragem do povo judeu frente ao Holocausto. “Os judeus conhecem como nenhum outro povo as conseqüências hediondas do mal absoluto convertido  em banalidade do mundo. Sua historia nos serve de advertência e sua coragem e resistência nos serve de exemplo”, frisou.

Shabbat é o nome dado ao dia de descanso semanal sendo o símbolo máximo do judaísmo.  O Dia Internacional de Comemoração em Memória das Vítimas do Holocausto, designado pela ONU sempre no dia 27 de janeiro marca a data em que as forças aliadas libertaram, em 1945, os poucos sobreviventes dos campos de concentração de Auschwitz, na Polônia.

Estiveram também presentes na cerimônia o prefeito Gilberto Kassab;  a embaixadora de Israel Tzipora Rimon; o cardeal Geraldo Majella Agnelo, presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil);  e os presidentes instituições judaicas no País e no mundo.

Confira a íntegra do discurso do governador Serra

Carlos Prado