Conheça algumas ações da Secretaria dos Transportes Metropolitanos em 2009

Melhores condições de viagem e embarque, obras de expansão das linhas e entrega de novos trens foram as ações marcantes durante o ano

sáb, 02/01/2010 - 12h00 | Do Portal do Governo

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) fecha 2009 com a implantação de uma série de medidas para melhorar o embarque dos passageiros e facilitar a viagem em diversas estações do sistema metro-ferroviário da região metropolitana de São Paulo. Além disso, as obras nas redes de trens e metrôs continuaram em expansão e 8 novos veículos foram entregues.

A operação “Embarque Melhor” é uma ampliação das atividades adotadas, desde 2007, nos horários de pico nas estações de maior movimento, como a da Sé, Brás e Tatuapé. As primeiras medidas tomadas foram o aumento da área de embarque preferencial nas plataformas e assegurar que assegura aos usuários façam a viagem sentados no último carro de cada trem. A população aprovou as medidas que geraram mais conforto e melhoraram o fluxo durante o embarque e desembargue dos passageiros.

Programa Expansão SP

Por meio do Plano de Expansão do Transporte Metropolitano (Expansão SP), a STM entregou o primeiro novo trem à Linha 2-Verde do metrô em março deste ano e em dezembro foram entregues os 7º e 8º veículos. Ar condicionado em todos os vagões; nível de ruído reduzido; portas mais largas para facilitar o embarque e desembarque; quatro câmeras de segurança internas e uma externa monitoram a operação; freios antideslizantes e antiderrapantes para garantir uma parada suave são as novidades desses novos trens. O design externo, mais limpo e com a nova comunicação visual nas cores da Linha 2-Verde, é outro atrativo.

“Ele conta com todas as modernizações e plena acessibilidade para as pessoas com deficiência física”, observou o governador José Serra durante a entrega do primeiro trem, acrescentando que a nova composição tem menor nível de ruído, “o que permite que as pessoas possam conversar dentro do vagão”. Além disso, os novos veículos são mais eficientes e têm menor custo de manutenção, com motores de tração em corrente alternada que possibilita economia de energia, com regeneração energética até 30% superior a de trens convencionais.

Ainda nos planos de expansão, neste ano o Metrô terminou as obras do último encontro de túneis da Linha 2-Verde, extensão entre Sacomã e Vila Prudente. A escavação liga as futuras estações Vila Prudente e Tamanduateí. As obras de ampliação têm 3,9 km de vias e três estações: Sacomã, Tamanduateí e Vila Prudente. Com essa ação mais uma etapa do Plano de Expansão foi concluída, seguindo o cronograma de obras da Linha 2-Verde.

Saiba mais sobre o Expansão SP:
http://www.expansao.sp.gov.br/

Tecnologia do Monotrilho

Em seguida, o governador José Serra e o secretário dos Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella anunciaram o início das obras de prolongamento da Linha 2-Verde até Cidade Tiradentes que trouxe para a cidade um novo conceito de metrô, o monotrilho. O trem funcionará com tração elétrica e correrá sobre pneus, circulando numa via elevada entre 12 e 15 metros de altura, dependendo do trecho. “A linha vai ter 54 trens. Quem mora na Cidade Tiradentes vai poder chegar ao Centro em 50 e poucos minutos. Hoje gasta, no mínimo, duas horas e meia”, afirmou Serra Ao todo, serão 17 novas estações nos 23,8 km de extensão. A previsão é que sejam atendidos cerca de 500 mil usuários diariamente entre o trecho Vila Prudente-Cidade Tiradentes.

Saiba mais sobre a tecnologia do Monotrilho:
http://homolog.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia.php?id=206373&c=6

35 anos de Metrô

O ano de 2009 foi também o ano do 35º aniversário de operação comercial do Metrô na Capital, sendo o mais antigo do país. Com quatro linhas, 61,3 quilômetros, 55 estações e 127 trens, o sistema transporta cerca de 3,3 milhões de pessoas, todos os dias – a expectativa é de que já tenha a marca de 18,9 bilhões de passageiros transportados, quase três vezes a população da Terra. “Estamos vivendo o maior momento de investimento na CPTM e no Metrô. Nunca se investiu tanto quanto nesse governo no transporte coletivo”, disse o governador Serra na ocasião.

Saiba mais sobre o 35 anos do Metrô:
http://homolog.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia.php?id=204658&c=6

CPTM

Durante o ano o Governo também anunciou duas licitações internacionais para a compra de mais 33 trens novos pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM): nove trens para a Linha 11-Coral (Luz-Estudantes) e 24 para a Linha 8-Diamente (Júlio Prestes-Itapevi).

A CAF também está fabricando 48 trens para a CPTM: 20 para a Linha 7-Rubi (Luz-Francisco Morato), 20 para a Linha 12-Safira (Brás-Calmon Viana) e 8 para a Linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú). O primeiro trem está em fase final de acabamento e testes estáticos na fábrica de Beasain (Espanha).

Saiba mais sobre a compra de mais 33 trens pela CPTM:
http://homolog.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia.php?id=205579&c=6

Do Portal do Governo do Estado de São Paulo