Casos de homicídio caem 22% na região de Piracicaba no 1º semestre

Também houve redução de ocorrências de roubos em geral, a banco, de carga e de veículo e dos furtos em geral e de veículo

sáb, 27/07/2019 - 10h33 | Do Portal do Governo

A região de Piracicaba registrou redução nos casos e vítimas de homicídio, casos e vítimas de latrocínio, roubos em geral, a banco e de carga e nos furtos em geral e de veículo no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2018. Os indicadores constam em levantamento divulgado pela Secretaria de Segurança Pública, na quinta-feira (25).

Veja também
SP fecha semestre com menor índice de homicídios e latrocínios

Os homicídios caíram 22,6% nos seis meses deste ano. A quantidade de ocorrências passou de 106 para 82, 24 casos a menos. É o menor número para o período da série histórica, iniciada em 2001. As vítimas de homicídio tiveram redução de 24,3% no semestre, com 27 casos a menos. A quantidade caiu de 111 para 84. É o menor número da série histórica.

DownloadGoverno do Estado de São Paulo

Com as reduções taxas dos últimos 12 meses (de julho de 2018 a junho de 2019) foram de 5,39 casos e 5,51 vítimas de homicídios a cada grupo de 100 mil habitantes.

Os casos e vítimas de latrocínios recuaram 20%. De janeiro a junho deste ano, houve quatro ocorrências com a mesma quantidade de vítimas. Em igual período do ano passado, houve cinco casos, com cinco vítimas. Referente ao número de vítimas do indicador, é o menor número da série histórica.

A região não registrou nenhuma extorsão mediante sequestro no semestre. Em igual período do ano passado, foram registradas duas ocorrências. Houve aumento de 4,6% nos estupros nos seis meses (de 350 para 366).

Roubos e furtos

Os roubos em geral tiveram queda de 17,9%, de janeiro a junho, passando de 4.319 para 3.548, ou seja, 771 menos. É o menor número da série histórica.

Os roubos de carga caíram 42,5% no semestre. De janeiro a junho deste ano, houve 127 casos, contra 221 em igual período de 2018 (94 ocorrências a menos). É o menor número desde 2013.

Os roubos a banco ficaram zerados nos seis meses, enquanto que em igual semestre do ano passado foram contabilizados três casos.

Os roubos de veículo tiveram redução de 14,5% no período, com 154 ocorrências a menos. A quantidade passou de 1.062 para 908. É o menor número da série histórica.

Os furtos em geral caíram 7,4% no período, com 1.101 casos a menos. Passaram de 14.940 para 13.839 nos primeiros seis meses deste ano. É o menor número da série histórica.

Os furtos de veículo registraram recuo de 18,1%. De janeiro a junho deste ano, houve 2.858 ocorrências, contra 3.491 em igual período de 2018. É o menor número desde 2004.

Outros indicadores

O trabalho realizado pelas três polícias resultou em 8.427 prisões realizadas ao longo dos seis meses. No mesmo período, 527 armas de fogos foram retiradas das ruas e 3.086 flagrantes de tráfico de drogas foram registrados.