Trens Metropolitanos: ‘Usuários do Amanhã’ recebe crianças carentes

Esta será a primeira visita de 2003

ter, 11/03/2003 - 20h43 | Do Portal do Governo

Nesta quarta-feira, dia 12, cerca de 30 crianças carentes da Igreja Batista de São Bernardo do Campo, de sete a 12 anos, vão conhecer o Projeto Integração Centro, na Estação da Luz, o funcionamento dos trens e estações e visitarão a Pinacoteca do Estado. Esta é a primeira instituição a participar este ano do Programa ‘Usuários do Amanhã’, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

De acordo com a programação, às 9h30, o grupo se encontra com os monitores do ‘Qualidade de Vida’, da CPTM, na Estação de Ribeirão Pires de onde embarca rumo à Estação da Luz. Lá, por volta das 11 horas, as crianças visitarão o show room do Projeto Integração Centro. Trata-se de uma exposição permanente sobre a nova Linha Centro Branca, que interligará as seis linhas da CPTM com as do Metrô.

Em seguida, as crianças irão à Pinacoteca do Estado, onde poderão apreciar a exposição Albert Eckhout Volta ao Brasil (1644 – 2002), do pintor holandês que passou de 1634 a 1644 retratando a natureza brasileira à época da invasão holandesa no Brasil. Esta é a chamada ‘visita cultural’, que faz parte do programa ‘Usuários do Amanhã’. O retorno do grupo está previsto para às 14 horas, na Estação Ribeirão Pires.

Agenda

Outras cinco instituições já confirmaram visitas à CPTM neste mês. O Externato Pró-Futuro de Santo André (60 crianças) participará nesta sexta-feira, dia 14, a Escola Estadual Prefeito Helmuth Hermann H. Baxsmann (60 crianças), de Ferraz de Vasconcelos, nos dias 20 e 25, a Pré- Escola Gimbernau, de São Paulo, no dia 26, a APAE de Várzea Paulista (60 alunos), no dia 28 e a escola Prof. Celestino Correia Pina (40 crianças), de Carapicuíba, no dia 31. Atualmente, 155 escolas e instituições estão cadastradas no programa.

Com objetivo de preparar os futuros passageiros para o uso responsável do sistema ferroviário, o programa ‘Usuários do Amanhã’ já recebeu mais de 100 mil participantes, de sete a 17 anos, desde sua implantação. A estimativa é de que mais cinco mil alunos, de 50 escolas participem do programa neste ano. Em 2002 foram atendidos 4.852 alunos de 42 escolas e instituições.