Rodoanel: Último dia para consulta pública do Estudo de Impacto Ambiental do Trecho Sul

Documento está disponível em vários locais das administrações estadual e municipais

sex, 07/01/2005 - 8h38 | Do Portal do Governo

A Dersa Desenvolvimento Rodoviário S/A comunica que termina nesta sexta-feira, dia 7, o prazo de consulta pública ao EIA-Rima (Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto do Meio Ambiente) do Trecho Sul do Rodoanel Mario Covas. O documento está disponível para consulta nos seguintes locais:

  • Dersa
    Rua Iaiá nº 126, Itaim-Bibi, na Capital

  • Estação Sé do Metrô
    Praça da Sé s/nº, Centro, na Capital

  • Estação Barra Funda da CPTM
  • CADES – Conselho Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da
  • Prefeitura de São Paulo
    Rua do Paraíso nº 387/1º andar, Paraíso, na Capital

  • Biblioteca da Assembléia Legislativa de São Paulo
    Avenida Pedro Álvares Cabral nº 387, Ibirapuera, na Capital

  • Biblioteca do DER – Departamento de Estradas de Rodagem
    Avenida do Estado nº 777, Ponte Pequena, na Capital

  • SEMASA – Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André
    Avenida José Caballero nº 143, Centro

  • Secretaria do Meio Ambiente do Embu
    Rua Andronico dos Prazeres Gonçalves nº 114, Centro

  • Espaço Rodoanel
    Rodovia Régis Bittencourt km 278, Embu

  • Secretaria de Desenvolvimento Sustentado de Ribeirão Pires
    Rua Felipe Sabag, 200 – 2º andar, Centro

  • Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente de Itapecerica da Serra
    Rua Inácio Pereira dos Santos, 80 – Centro

  • Secretaria de Habitação e Meio Ambiente de São Bernardo do Campo
    Rua Jacquey 61 – 2º andar

  • Secretaria Municipal de Obras Públicas de Mauá
    Avenida João Ramalho, 205 – 3º andar – Centro

    Além desses locais, o Rima – Relatório de Impacto no Meio Ambiente pode ser consultado nos sites da Dersa (www.dersa.sp.gov.br) e da Secretaria de Estado dos Transportes (www.transportes.sp.gov.br).

    Empreendimento

    O Trecho Sul do Rodoanel Mario Covas percorre 57 quilômetros, desde o ponto de entrega do Trecho Oeste (já implantado) na rodovia Régis Bittencourt (BR-116), em Embu, até o encontro de uma via de interligação – com 4,4 quilômetros de extensão – com a avenida Papa João XXIII, em Mauá. A implantação do empreendimento está orçada em R$ 1,9 bilhão (desapropriação e obras físicas) mais R$ 660 milhões para compensações ambientais.

    A Dersa realizou Audiências Públicas nos municípios de São Paulo, Santo André e Embu, dando continuidade à discussão com a sociedade do projeto. As audiências foram solicitadas e determinadas pela secretaria-executiva do CONSEMA – Conselho Estadual do Meio Ambiente, órgão ligado à Secretaria do Meio Ambiente, que indicou os municípios e aprovou os locais para a apresentação do empreendimento.

    Da Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado dos Transportes

    (LRK)