CPTM: Posto da Campanha do Desarmamento estará na Estação Lapa

Será a partir da próxima segunda-feira, dia 16

dom, 15/05/2005 - 12h03 | Do Portal do Governo

A partir da próxima segunda-feira, dia 16, estará em operação mais um posto itinerante da Campanha do Desarmamento 2005 nas dependências da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Até 22 de maio, o projeto de arrecadação de armas da Guarda Civil Metropolitana (GCM) terá unidade de coleta na Estação Lapa, situada na Linha B (Julio Prestes-Itapevi), funcionando todos os dias das 9h às 17 horas.

Quem entrega armas nos postos da campanha, recebe indenização por cada unidade, que varia entre R$ 100 e R$ 300, dependendo do tipo. No entanto, antes de fazê-lo o interessado deve retirar uma autorização e preenchê-la. O procedimento viabiliza o porte da arma de forma legalizada durante trânsito da residência até o local da devolução. Na ocasião da entrega, o proprietário deve apresentar documento CPF e número da conta bancária para o depósito do ressarcimento.

Resultados

Nos meses de fevereiro e março, o posto móvel já esteve nas estações Brás, Luz, Corinthians-Itaquera e Guaianazes, com o recebimento de 60 armas de fogo – vários calibres -, resultado considerado excelente na avaliação do comando da corporação.

No último sábado, dia 7, a CGM instalou unidade na Estação Barra Funda, onde ficará até domingo este domingo, dia 15. Em apenas cinco dias, 26 armas de fogo foram entregues pela população no local. De acordo com representantes do efetivo, o número de unidades angariadas poderá aumentar até o encerramento das atividades na Barra Funda. Eles afirmam que as pessoas conscientes têm percebido o alto risco de manter armas em casa e muitas decidem se livrar do perigo, entregando-as de forma legal nas estações.

Para Leopoldo Augusto Correa Filho, gerente de Segurança da CPTM, “a empresa aderiu à iniciativa para colaborar com as autoridades, incentivando o desarmamento da população e a redução da violência”.

Agenda

Depois da Estação Lapa, o posto móvel de coleta da CGM segue para a Estação Santo Amaro, onde permanece de 6 a 12 de junho. Para divulgar e estimular um número cada vez maior de adesões, a GCM distribuirá cerca de um mil folhetos e 20 mil cartazes antes dos prazos agendados.

Além das estações da CPTM, a entrega voluntária de armas de fogo, na capital, pode ser feita em outros seis postos fixos de recolhimento da GCM, em postos itinerantes da Prefeitura, na sede da Polícia Federal, entre outras instituições e organizações da sociedade civil.